Abraçando histórias

No mês de julho, o Abraço Cultural São Paulo completa 5 anos, e o sucesso da nossa trajetória se deve totalmente a vocês que acreditam no nosso projeto, nos acompanham e nos apoiam em todos os momentos. Então, para comemorar todos esses anos que caminhamos juntos, a gente preparou um presente! O Abraçando Histórias é um projeto que busca mostrar quem são as pessoas que fazem o Abraço Cultural SP acontecer e o que elas têm para nos contar. E qual a melhor maneira de conhecer alguém, senão pela sua própria voz? Então, toda semana, um de nossos professores e professoras vai compartilhar com a gente uma história que traz boas lembranças e com a qual eles/elas identificam. Aqui no nosso blog vocês poderão assistir todos os vídeos e ler os depoimentos completos de cada um dos protagonistas dessa história!
Vem com a gente!

“Eu queria continuar ensinando, e acabei aprendendo muitas coisas sobre o Brasil”.

Mohammed Al Salti

“Hoje em dia, com a internet, você já sabe o que tem em um país antes de ir pra lá. A natureza foi a coisa que mais me atraiu do Brasil.

Eu via as fotos de cachoeiras e as praias do Rio de Janeiro, e comecei a me imaginar nesses lugares. Adoro Paraty, e Floripa ainda não visitei, mas vou. Também gosto que tem lugares perto muito bonitos, como Paranapiacaba e o parque do Ibirapuera. Adoro o cheiro de terra, as árvores…

Eu vim da Síria para o Brasil em 2016 para recomeçar a vida em um lugar mais seguro. Não estranhei muitas coisas porque já tinha pesquisado antes, mas foi mais do que a minha expectativa. Encontrei pessoas amigáveis, que te dão atenção e gostam de estrangeiros. Não gosto de funk, sertanejo, nem samba. Gosto de rock, Metallica. Meus pratos favoritos são strogonoff de frango, parmegiana de frango de um lugar na Vila Mariana que faz o melhor do mundo, carne de panela e brigadeiro.

Sou formado em Química e na Síria em trabalhava como professor de escola no ensino médio. Sempre adorei a experiência de dar aula, mesmo quando eu era aluno na faculdade eu que explicava as matérias para meus amigos.

Eu queria continuar ensinando. A amiga da minha ex-namorada era aluna de árabe no Abraço Cultural, quando eu cheguei vi que também tinha inglês e escolhi dar aula de inglês.

Acabei aprendendo muitas coisas sobre a cultura do Brasil também. O Abraço Cultural é um lugar onde você pode encontrar pessoas diferentes, que não param de trocar de ideias. Não só os professores, os alunos. Meus alunos são médicos, engenheiros, economistas, psicólogos, todos na mesma sala”.

Toda quarta-feira teremos um novo vídeo e uma nova história sobre as pessoas que fazem o Abraço Cultural SP acontecer!

Abrace você também essas histórias!

Bianca Silva, Coordenadora de Comunicação do Abraço SP