Você conhece esse país?

Síria

República Árabe da Síria. O que você sabe sobre esse país? O território, pequeno no tamanho mas enorme quando se trata de cultura, guarda muitos descobertas interessantes. Veja abaixo nossa seleção de fatos interessantes sobre a Síria e nos conte se você já sabia de todos:

Síria: o grande produtor de novelas do Mundo Árabe
Já falamos aqui que, no Mundo Árabe, o Egito é o grande produtor e exportador de filmes. Mas quando a questão é produzir novelas, conhecidas como “musalsalat”, quem sai na frente é a Síria. Nem a recente produção saudita, que tem tido grande investimento no país, consegue superar as novelas sírias. As produções seguem um estilo mais melodramático que lembram um pouco as novelas latinas, nas quais os temas muitas vezes giram em torno de histórias épicas relacionadas a figuras islâmicas e histórias de amor que envolvem conflitos de classes e intrigas. Durante as noites do mês do Ramadã, depois da quebra do jejum, famílias em grande parte do mundo árabe se reúnem para assistir as “musalsalat”, que fazem ainda mais sucesso durante essa época. A maioria das produções tem cerca de 30 episódios ou um episódio para cada noite do Ramadã.

Praia na Síria?
Quando você pensa nesse país talvez não pense em praia, mar, litoral… Mas saiba que apesar de ter um litoral pequeno em extensão, aproximadamente 200 km, a Síria possui lindos balneários, como Latakia e Tartous. Esta última, cidade de maioria alauíta e que já teve até 2 milhões de habitantes, sempre foi um destino de férias bem comum para os habitantes do país. Nas épocas de feriados e férias escolares, Tartous sempre ficou cheia de turistas e do eterno espírito de verão que a cidade mantém.

Agricultura no país
A economia daSíria é baseada na exportação de petróleo e gás natural, porém a agricultura também tem um papel muito importante na economia síria, principalmente o cultivo de azeitona, frutas, legumes, verduras, trigo e algodão.

Uma das regiões habitadas mais antigas do mundo
A Síria possui duas das cidades continuamente habitadas há mais tempo do mundo. Uma delas é Damasco, habitada há mais de 7 mil anos. Existem vestígios de que algumas regiões do país chegam a ser mencionadas em textos do Egito Antigo. E, através dos séculos, a área pertenceu aos impérios romano, grego, árabe e otomano.

Hermanos sírios
Sabemos que o Brasil recebeu muitos imigrantes sírios e libaneses durante as primeiras décadas do século XX, mas o que geralmente não conhecemos é o fato de que nosso país não foi o único da América Latina a ser o novo lar desses imigrantes. Outro país a receber enormes contingentes de imigrantes vindos da área na época foi a Argentina. Cerca de 1,3 milhão de argentinos têm origens sírios ou libanesas, inclusive a família do antigo presidente Carlos Menem, cuja família veio do vilarejo de Yabrud.

Liberdade religiosa
A Síria não tem uma religião oficial e sua constituição garante a liberdade religiosa. No entanto, sem dúvidas, o Islã influencia todas as áreas da vida no país e a Constituição afirma que o presidente precisa ser muçulmano. Cerca de 87% da população é muçulmana (74% são sunitas), 10% é cristã, 3% drusa e alguns são judeus. Apesar das restrições morais sentidas na vida cotidiana, neste ano aconteceu o primeiro casamento civil entre uma cristã e um muçulmano no país.

Comunicação muito antiga
O primeiro alfabeto da história foi desenvolvido na Síria, pelos Cananeus, em 14.000 BC. Além disso, em algumas cidades da Síria, como Maalula, situada a Noroeste de Damasco, ainda se fala um dialeto derivado do aramaico, uma das línguas mais antigas do mundo!

Gostou? Compartilhe com os amigos e, claro, continue nos acompanhando para descobrir novas referências culturais! 😉

Fique ligado, as inscrições para os cursos intensivos de janeiro estarão abertas em breve!

Roberta ama café com leite, cactos e gatos. É formada em Relações Internacionais pela UFRJ e teve seu percurso profissional marcado, desde cedo, pelas áreas da comunicação e do ensino de idiomas. Hoje, desempenha a função de coordenadora de comunicação e de cultura, e espera que seu trabalho possa impactar positivamente a vida de muitas pessoas.

Roberta Sousa, Coordenadora de Comunicação do Abraço RJ
2018-11-12T18:16:24+00:00