4 curiosidades sobre o Mundo Árabe

Que o Mundo Árabe é enorme e bem diverso, já sabemos. Mas às vezes achamos pequenos traços culturais comuns a maioria dos países de língua árabe, e é sobre algumas dessas curiosidades que vamos falar:

1. Yalla!

Provavelmente uma das palavras mais faladas e ouvidas no Mundo Árabe é “Yalla!”, que teve origem na palavra “allah” (Deus) mas ao longo do tempo sofreu inúmeras mudanças linguísticas até chegar na forma atual. Yalla significa algo como “vai/vamos”, mas acaba sendo usada muitas como interjeição ou nas mais diversas situações. Como, por exemplo, para pedir rapidez ou apressar algo ou alguém. Mas fique avisado: uma vez que você começa a falar não vai conseguir parar! Então “yalla” conferir a próxima curiosidade sobre o Mundo Árabe!

2. Muita troca cultural

O Mundo Árabe tem muitas ligações e relações entre si, principalmente de troca de produção cultural. Mesmo cada país possuindo a sua variação de árabe, com seus sotaques e dialetos coloquiais de fala e escrita da língua, existem vários cantores, atores, programas de TV e filmes que são compartilhados e famosos em quase todos os países do Oriente Médio e África do Norte. Existe até um narrador de futebol quase “oficial” do Mundo Árabe, o tunisiano Isaam Al-Chawali, que é quem geralmente narra os jogos mais relevantes em árabe. Ah, ficou curioso/a para assistir a narração de uma partida de futebol em árabe? Clica aqui.

3. Fairouz

Se o Mundo Árabe tem alguém que pode ser considerada a rainha da música, é a Fairouz. A cantora libanesa é uma das mais reconhecidas e influentes de todo o Mundo Árabe. Também considerada um ícone da música árabe moderna, dividindo com a cantora Umm Kulthum o pódio de cantora mais vendida do Oriente Médio de todos os tempos. Suas canções abordam vários temas universais e nacionais, como a situação política palestina, adolescência, músicas de natal, amor e família. Com mais de 800 músicas lançadas ao longo da sua carreira, talvez o mais curioso sobre sua música seja o fato de que os árabes têm o costume de ouví-la apenas pela manhã, para acordar bem com as suas músicas relaxantes.

4. Esfirra? Não, “fatayer”

Se você tiver em qualquer parte do Mundo Árabe e quiser pedir uma esfirra, provavelmente não vão te dar o que você quer. Aliás, o que deve acontecer é que vão te dar algo que não é bem a esfirra que estamos acostumados no Brasil. A esfirra de lá é um pouco diferente, geralmente bem maior, aberta e comprada em quantidades grandes para dividir com a família. Na verdade, o salgado árabe mais famoso no Brasil atende pelo nome de “fatayer” no Mundo Árabe.

Gostou de conhecer algumas curiosidades sobre o Mundo Árabe? Vem pro Abraço! As inscrições para o curso de Árabe estão abertas: faça a sua matrícula e mergulhe no Mundo Árabe aprendendo o idioma com professores refugiados. Você pode estudar árabe em SP ou no RJ.

TURMAS RJ
TURMAS SP
2018-10-19T15:15:23+00:00